Ônibus elétrico é testado em linhas do SITU de Jundiaí

O transporte coletivo de Jundiaí passa a contar com um ônibus elétrico em sua frota a partir desta quarta-feira (06), em período de teste, durante 30 dias. O objetivo é compreender os benefícios da eletrotecnologia no transporte de passageiros e o desempenho do veículo na topografia da cidade.

O ônibus é 100% elétrico e tem autonomia para 250 quilômetros. Não emite nenhum tipo de poluente no ar e não causa ruídos. E é servido por sistema de ar condicionado. O veículo foi cedido pela empresa BYD Brasil (localizada em Campinas), sem custo para o município, e apresentado para o prefeito Luiz Fernando Machado, acompanhado de gestores e técnicos do município, na manhã desta terça-feira (5), no Paço Municipal.

O prefeito destacou que Jundiaí tem um plano de redução da emissão de carbono e a troca da matriz de combustível fóssil por energia limpa e renovável. Os ônibus elétricos estão previstos para serem incluídos na nova concessão do transporte público, que será aberta no ano que vem. “Será uma exigência para a empresa que for desenvolver o trabalho em nossa cidade que parcela dos ônibus sejam elétricos, pois é esse o caminho que a humanidade está trilhando: um futuro que pense no bem-estar comum com investimentos em sustentabilidade”, explicou Luiz Fernando. “Na Cidade Inteligente que Jundiaí está se tornando, a tecnologia tem de estar a favor do serviço público e, por extensão, melhorando a vida das pessoas.”

Descrição da Imagem: ônibus pintado de branco, com dizeres 'Mobilidade Total', o brasão da prefeitura de Jundiaí e a indicação de ser um veículo 100% elétrico circula pela avenida da Liberdade, em frente ao Paço Municipal
Ônibus elétrico entra em fase de teste por um mês em Jundiaí

Durante a apresentação do veículo, Luiz Fernando e sua equipe puderam experimentar e observar o desempenho do novo veículo, na prática. O consultor sênior de mobilidade elétrica da BYD Brasil, Sérgio Avelleda, esteve presente e explicou os benefícios do ônibus elétrico. “Uma vez que o veículo tem emissão zero de gases poluentes e zero ruído, o ganho para a saúde pública é enorme”, declarou. “Além disso, para o motorista ele é um veículo mais “suave”, totalmente automático.”

O motorista de Jundiaí treinado para guiá-lo, Eduardo Chrispim, confirma os benefícios. “É diferente, não tem mudança da marcha nem qualquer som de rotação, é mais leve e silencioso”, explica. “E também responde com potência.” O ônibus possui baterias de ferro fosfato de lítio, que são carregadas através de um carregador ligado à rede de elétrica de tensão entre 220 a 380V, na garagem da empresa. Acomoda 36 pessoas sentadas, com espaço para cadeira de rodas e 34 passageiros em pé.

“A tecnologia está presente no transporte coletivo da nossa cidade, voltada ao conforto, à segurança e agora à sustentabilidade”, informa o gestor de Mobilidade e Transporte, Aloysio Queiroz. “No ano passado, colocamos em funcionamento 20 ônibus com ar-condicionado nas ruas de Jundiaí e consolidamos o sistema de pagamento com cartões de débito ou crédito por aproximação, no interior dos veículos”, declara. “Além disso, a tecnologia embarcada nos permitiu colocar quatro câmeras em cada ônibus, em toda a frota, dando mais segurança ao usuário. Estamos melhorando o servico a cada dia na cidade.”

Também estiveram presentes na apresentação do ônibus elétrico o vice-prefeito Gustavo Martinelli, o gestor de Governo e Finanças, José Antonio Parimoschi e o gestor de Inovação e Relação com o Cidadão, Thiago Maia.

Gestores e prefeito Luiz Fernando Machado testaram o ônibus elétrico